(51) 3517-2003  |    (51) 99600-2233   |      contato@endocrinologistamilene.med.br   |   

Dica da Semana

Sub-categorias

23-05-19

23-05-19 (0)

Mulheres tentando engravidar, gestantes e mulheres que estão amamentando não devem receber nenhuma medicação para perda de peso pelo risco de complicações para o bebê!

Ver itens ...
30-05-19

30-05-19 (0)

Quanto tempo o corpo precisa para se acostumar ao novo peso? Embora a medicina seja uma ciência de verdades transitórias, o que podemos afirmar até o momento, baseado nos estudos de até 6 anos de acompanhamento após a perda de peso inicial é que as alterações hormonais responsáveis pelo aumento do apetite e pela redução do gasto energético parecem persistir ao longo do tempo, sem adaptação após determinado período. Por isso, a continuidade das estratégias aprendidas para perda de peso são fundamentais para manutenção do novo peso!! 

Ver itens ...
06-06-19

06-06-19 (0)

A realização regular de qualquer tipo de exercício reduz o risco de desenvolvimento de hipertensão arterial assim como auxilia na redução da pressão em pacientes em tratamento para a doença. Para indivíduos ativos, existe uma redução de 30% no risco de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários. Ainda, a prática regular de atividade física é capaz de reduzir desfechos cardiovasculares, como infarto do miocárdio, independente da perda de peso!

Ver itens ...

11-01-2019

O principal preditor de manutenção do novo peso após qualquer intervenção (dieta ou cirurgia) é a preservação da massa muscular durante e após a intervenção! Não importa se a perda de peso foi rápida ou lenta. A velocidade de perda de peso não é preditora de reganho de peso e sim a manutenção da massa magra e a adesão no longo prazo a uma rotina de exercícios e alimentação saudável!
Compartilhe nas redes sociais:

04-01-2019

Os suplementos ditos termogênicos, tais como a cafeína, o chá verde e a capsaicina, aumentam o gasto calórico agudamente após a sua ingestão. Entretanto, seus efeitos sobre o gasto calórico no longo prazo são questionáveis sobretudo pela tolerância do organismo com a ingestão regular destes compostos. Além disso, o aumento do gasto calórico induzida pelos termogênicos costuma ficar entre 50 a 100 kcal ao dia o que, clinicamente, é irrelevante para perda de peso.
Compartilhe nas redes sociais:

28-12-2018

Em vez de consumir refrigerantes diet ou zero, dê preferência à água saborizada com fatias de limão, laranja, gengibre, menta ou esprema um limão na água (com ou sem gás)
Compartilhe nas redes sociais:

21-12-2018

Alimente-se devagar e em pequenas quantidades. O prazer é maior nas primeiras porções e quantidades pequenas podem ser suficientes para matar a vontade. Para lhe ajudar a comer devagar, repouse os talheres durante a refeição.
Compartilhe nas redes sociais:

14-12-2018

Neste final de ano, tente controlar a quantidade de bebida alcoólica ingerida, intercalando-a com água. Além disso, é importante planejar-se antecipadamente sobre o quanto irá beber. Evite que lhe sirvam enquanto o copo ainda não estiver vazio. Evite também coquetéis doces, preparados com açúcar, pois estes contêm uma quantidade grande de calorias sem dar saciedade. Ainda, quanto maior a ingestão de bebida alcoólica, maior a chance de exagerar no que se come.
Compartilhe nas redes sociais:

07-12-2018

Você sabia que indivíduos ativos apresentam risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários? Além disso, a realização regular de exercício físico reduz o risco de hipertensão arterial assim como auxilia no controle da pressão em pacientes em tratamento para a doença.
Compartilhe nas redes sociais:

29-11-2018

Indivíduos que consomem grandes quantidades de alimentos em poucas refeições por dia podem se beneficiar do consumo de alimentos com volume maior e menor densidade energética, ou seja, alimentos com maior teor de água e/ou fibras como por exemplo caldo de legumes, saladas e vegetais antes das refeições, visto que estes alimentos auxiliam na saciação (redução da ingestão calórica na refeição).
Compartilhe nas redes sociais:

22-11-2018

Prefira a fruta in natura ao suco de fruta, mesmo que este seja 100% natural. A falta de proteína e de fibras no suco pode predispor ao ganho de peso. Além disso, o alto teor de açúcares no suco, como a frutose, sacarose, glicose e sorbitol, contribui para o aumento do consumo de calorias e o risco de cárie dentária em crianças.
Compartilhe nas redes sociais:

15-11-2018

Mulheres com excesso de peso apresentam maior risco de tromboembolismo venoso. Por isso, métodos contraceptivos contendo estrogênio devem ser evitados. Alternativas para evitar a concepção incluem DIU de progesterona (Mirena) ou métodos não hormonais como DIU de cobre e diafragma.
Compartilhe nas redes sociais:

09-11-2018

Pacientes com ganho de peso, mesmo que dentro de um índice de massa corporal (IMC) considerado normal, como por exemplo, IMC de 23 para 25 kg/m², apresentam um risco 4 vezes maior de desenvolver diabetes melito tipo 2!
Compartilhe nas redes sociais:

02-11-2018

Você sabia que existe uma íntima relação entre excesso de peso e asma? A asma pode favorecer o ganho de peso tanto pelo uso frequente de corticoide como pela promoção do sedentarismo. Já a obesidade pode piorar a evolução da asma! Uma perda de 15% do peso é capaz de reduzir as exacerbações, a gravidade e o uso de medicações de resgate em indivíduos com asma.
Compartilhe nas redes sociais:

26-10-2018

Alimentação seletiva na infância - Dicas para ampliar o cardápio: 1. Introduza novos alimentos gradualmente; 2. Forneça o mesmo alimento para os demais membros da família; 3. Faça as refeições e os lanches junto com a criança; 4. Incentive, mas não pressione a criança para comer um alimento específico; 5. Ofereça o mesmo alimento de diferentes formas pelo menos 8 a 12 vezes.
Compartilhe nas redes sociais:

18-10-2018

Embora o exercício isoladamente não seja uma estratégia eficaz para indução rápida da perda de peso para a grande maioria dos pacientes, o aumento do gasto calórico através da atividade física é fundamental na prevenção da recuperação de peso após a perda inicial. Além disso, a adição de um exercício resistido como, por exemplo, a musculação, durante a fase de emagrecimento, auxilia na preservação da massa muscular e consequentemente do metabolismo basal no longo prazo!
Compartilhe nas redes sociais:

11-10-2018

Durante o tratamento da obesidade, evite pensamentos dicotômicos, do tipo tudo ou nada. Este tipo de pensamento faz com que, diante de um pequeno lapso, você interprete isso como falha absoluta e abandone o tratamento. O processo de mudança comportamental consiste em um continnum de autocontrole, existindo categorias intermediárias que precisam ser consideradas e mantidas. O autocontrole é uma habilidade que precisa ser desenvolvida e aperfeiçoada ao longo do tempo!
Compartilhe nas redes sociais:

04-10-2018

O peso corporal é homeostaticamente controlado para ser mantido num determinado valor. Quando ocorre perda de peso, diversos mecanismos compensatórios são ativados na tentativa de restaurar o peso anterior. Por isso, o uso combinado de medicações com mecanismos de ação diferentes muitas vezes faz-se necessário por controlar melhor as múltiplas vias responsáveis pela fome e saciedade.
Compartilhe nas redes sociais:

26-09-2018

A terapia de reposição hormonal na menopausa está indicada atualmente para mulheres abaixo de 60 anos ou que estejam na menopausa há menos de 10 anos e que apresentem sintomas vasomotores significativos (calorões) ou para mulheres referindo ressecamento vaginal e dor na relação sexual e que não apresentem contra-indicações ao tratamento, tais como câncer de mama, risco cardiovascular elevado, AVC e história de trombose.
Compartilhe nas redes sociais:

21-09-2018

Você sabia que o pico de massa óssea ocorre por volta dos 25 anos de idade? A obtenção de um pico máximo de massa óssea é considerada a melhor proteção contra a perda óssea relacionada à idade e é influenciado pela genética e por fatores ambientais, como uma alimentação rica em cálcio e a realização de exercícios regulares, sobretudo aqueles com alguma resistência ou impacto! A prevenção da osteoporose começa na infância!
Compartilhe nas redes sociais:

14-09-2018

A realização regular de exercício reduz o risco de hipertensão arterial assim como auxilia no controle da pressão em pacientes em tratamento para a doença. Além disso, indivíduos ativos apresentam um risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários!
Compartilhe nas redes sociais:

06-09-2018

Apesar da nossa preferência naturalmente adquirida por alimentos doces, é possível modificar os padrões alimentares de acordo com o tipo de alimentação instituída. O desenvolvimento do paladar é plástico, podendo-se mudar as preferências alimentares, mesmo em adultos, através da exposição repetida a determinados alimentos sob diversas preparações.
Compartilhe nas redes sociais:

30-08-2018

A "gordura no fígado" caracteriza-se por uma infiltração gordurosa que pode estar associada a uma inflamação no fígado na ausência de causas secundárias como ingestão significativa de álcool, algumas medicações (corticoide, ácido valproico, antirretrovirais, amiodarona) e doenças hereditárias que possam causar dano progressivo ao fígado. Uma perda de apenas 5% de peso é capaz de melhorar a infiltração de gordura sendo que uma perda superior a 10% melhora significativamente a inflamação hepática!
Compartilhe nas redes sociais:
Pagina 3 de 11

  R. Dona Laura, 333/ 906, Moinhos de Vento - Porto Alegre/ RS  |     (51) 3517-2003  |     (51) 99600-2233  |    contato@endocrinologistamilene.med.br

© 2019 Dra. Milene Moehlecke. Desenvolvido por Informatiza Soluções Empresariais em parceria com a Agência Digital Public