(51) 3517-2003  |    (51) 99600-2233   |      contato@endocrinologistamilene.med.br   |   

Dica da Semana

Sub-categorias

23-05-19

23-05-19 (0)

Mulheres tentando engravidar, gestantes e mulheres que estão amamentando não devem receber nenhuma medicação para perda de peso pelo risco de complicações para o bebê!

Ver itens ...
30-05-19

30-05-19 (0)

Quanto tempo o corpo precisa para se acostumar ao novo peso? Embora a medicina seja uma ciência de verdades transitórias, o que podemos afirmar até o momento, baseado nos estudos de até 6 anos de acompanhamento após a perda de peso inicial é que as alterações hormonais responsáveis pelo aumento do apetite e pela redução do gasto energético parecem persistir ao longo do tempo, sem adaptação após determinado período. Por isso, a continuidade das estratégias aprendidas para perda de peso são fundamentais para manutenção do novo peso!! 

Ver itens ...
06-06-19

06-06-19 (0)

A realização regular de qualquer tipo de exercício reduz o risco de desenvolvimento de hipertensão arterial assim como auxilia na redução da pressão em pacientes em tratamento para a doença. Para indivíduos ativos, existe uma redução de 30% no risco de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários. Ainda, a prática regular de atividade física é capaz de reduzir desfechos cardiovasculares, como infarto do miocárdio, independente da perda de peso!

Ver itens ...

21-12-2018

Alimente-se devagar e em pequenas quantidades. O prazer é maior nas primeiras porções e quantidades pequenas podem ser suficientes para matar a vontade. Para lhe ajudar a comer devagar, repouse os talheres durante a refeição.
Compartilhe nas redes sociais:

14-12-2018

Neste final de ano, tente controlar a quantidade de bebida alcoólica ingerida, intercalando-a com água. Além disso, é importante planejar-se antecipadamente sobre o quanto irá beber. Evite que lhe sirvam enquanto o copo ainda não estiver vazio. Evite também coquetéis doces, preparados com açúcar, pois estes contêm uma quantidade grande de calorias sem dar saciedade. Ainda, quanto maior a ingestão de bebida alcoólica, maior a chance de exagerar no que se come.
Compartilhe nas redes sociais:

07-12-2018

Você sabia que indivíduos ativos apresentam risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários? Além disso, a realização regular de exercício físico reduz o risco de hipertensão arterial assim como auxilia no controle da pressão em pacientes em tratamento para a doença.
Compartilhe nas redes sociais:

29-11-2018

Indivíduos que consomem grandes quantidades de alimentos em poucas refeições por dia podem se beneficiar do consumo de alimentos com volume maior e menor densidade energética, ou seja, alimentos com maior teor de água e/ou fibras como por exemplo caldo de legumes, saladas e vegetais antes das refeições, visto que estes alimentos auxiliam na saciação (redução da ingestão calórica na refeição).
Compartilhe nas redes sociais:

22-11-2018

Prefira a fruta in natura ao suco de fruta, mesmo que este seja 100% natural. A falta de proteína e de fibras no suco pode predispor ao ganho de peso. Além disso, o alto teor de açúcares no suco, como a frutose, sacarose, glicose e sorbitol, contribui para o aumento do consumo de calorias e o risco de cárie dentária em crianças.
Compartilhe nas redes sociais:

15-11-2018

Mulheres com excesso de peso apresentam maior risco de tromboembolismo venoso. Por isso, métodos contraceptivos contendo estrogênio devem ser evitados. Alternativas para evitar a concepção incluem DIU de progesterona (Mirena) ou métodos não hormonais como DIU de cobre e diafragma.
Compartilhe nas redes sociais:

09-11-2018

Pacientes com ganho de peso, mesmo que dentro de um índice de massa corporal (IMC) considerado normal, como por exemplo, IMC de 23 para 25 kg/m², apresentam um risco 4 vezes maior de desenvolver diabetes melito tipo 2!
Compartilhe nas redes sociais:

02-11-2018

Você sabia que existe uma íntima relação entre excesso de peso e asma? A asma pode favorecer o ganho de peso tanto pelo uso frequente de corticoide como pela promoção do sedentarismo. Já a obesidade pode piorar a evolução da asma! Uma perda de 15% do peso é capaz de reduzir as exacerbações, a gravidade e o uso de medicações de resgate em indivíduos com asma.
Compartilhe nas redes sociais:

26-10-2018

Alimentação seletiva na infância - Dicas para ampliar o cardápio: 1. Introduza novos alimentos gradualmente; 2. Forneça o mesmo alimento para os demais membros da família; 3. Faça as refeições e os lanches junto com a criança; 4. Incentive, mas não pressione a criança para comer um alimento específico; 5. Ofereça o mesmo alimento de diferentes formas pelo menos 8 a 12 vezes.
Compartilhe nas redes sociais:

18-10-2018

Embora o exercício isoladamente não seja uma estratégia eficaz para indução rápida da perda de peso para a grande maioria dos pacientes, o aumento do gasto calórico através da atividade física é fundamental na prevenção da recuperação de peso após a perda inicial. Além disso, a adição de um exercício resistido como, por exemplo, a musculação, durante a fase de emagrecimento, auxilia na preservação da massa muscular e consequentemente do metabolismo basal no longo prazo!
Compartilhe nas redes sociais:

11-10-2018

Durante o tratamento da obesidade, evite pensamentos dicotômicos, do tipo tudo ou nada. Este tipo de pensamento faz com que, diante de um pequeno lapso, você interprete isso como falha absoluta e abandone o tratamento. O processo de mudança comportamental consiste em um continnum de autocontrole, existindo categorias intermediárias que precisam ser consideradas e mantidas. O autocontrole é uma habilidade que precisa ser desenvolvida e aperfeiçoada ao longo do tempo!
Compartilhe nas redes sociais:

04-10-2018

O peso corporal é homeostaticamente controlado para ser mantido num determinado valor. Quando ocorre perda de peso, diversos mecanismos compensatórios são ativados na tentativa de restaurar o peso anterior. Por isso, o uso combinado de medicações com mecanismos de ação diferentes muitas vezes faz-se necessário por controlar melhor as múltiplas vias responsáveis pela fome e saciedade.
Compartilhe nas redes sociais:

26-09-2018

A terapia de reposição hormonal na menopausa está indicada atualmente para mulheres abaixo de 60 anos ou que estejam na menopausa há menos de 10 anos e que apresentem sintomas vasomotores significativos (calorões) ou para mulheres referindo ressecamento vaginal e dor na relação sexual e que não apresentem contra-indicações ao tratamento, tais como câncer de mama, risco cardiovascular elevado, AVC e história de trombose.
Compartilhe nas redes sociais:

21-09-2018

Você sabia que o pico de massa óssea ocorre por volta dos 25 anos de idade? A obtenção de um pico máximo de massa óssea é considerada a melhor proteção contra a perda óssea relacionada à idade e é influenciado pela genética e por fatores ambientais, como uma alimentação rica em cálcio e a realização de exercícios regulares, sobretudo aqueles com alguma resistência ou impacto! A prevenção da osteoporose começa na infância!
Compartilhe nas redes sociais:

14-09-2018

A realização regular de exercício reduz o risco de hipertensão arterial assim como auxilia no controle da pressão em pacientes em tratamento para a doença. Além disso, indivíduos ativos apresentam um risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários!
Compartilhe nas redes sociais:

06-09-2018

Apesar da nossa preferência naturalmente adquirida por alimentos doces, é possível modificar os padrões alimentares de acordo com o tipo de alimentação instituída. O desenvolvimento do paladar é plástico, podendo-se mudar as preferências alimentares, mesmo em adultos, através da exposição repetida a determinados alimentos sob diversas preparações.
Compartilhe nas redes sociais:

30-08-2018

A "gordura no fígado" caracteriza-se por uma infiltração gordurosa que pode estar associada a uma inflamação no fígado na ausência de causas secundárias como ingestão significativa de álcool, algumas medicações (corticoide, ácido valproico, antirretrovirais, amiodarona) e doenças hereditárias que possam causar dano progressivo ao fígado. Uma perda de apenas 5% de peso é capaz de melhorar a infiltração de gordura sendo que uma perda superior a 10% melhora significativamente a inflamação hepática!
Compartilhe nas redes sociais:

23-08-2018

Confira a seguir cinco dicas para maior chance de manutenção do peso no longo prazo: 1. Autopesagem regular (1 ou 2 vezes por semana); 2. Maior nível de exercício físico (aproximadamente 1 hora por dia); 3. Manutenção de uma dieta hipocalórica, com manutenção do padrão alimentar relativamente semelhante entre a semana e nos finais de semana; 4. Ingestão regular de café da manhã e 5. Tempo em frente à TV inferior a 10 horas por semana.
Compartilhe nas redes sociais:

16-08-2018

Embora o exercício físico tenha pouco efeito sobre a perda de peso, ele assume um papel fundamental na manutenção do peso perdido no longo prazo, além de benefícios inquestionáveis sobre a redução de risco cardiovascular! As evidências sugerem que aproximadamente 300 minutos semanais sejam necessários para manutenção do novo peso. Já para saúde cardiovascular, não há um mínimo necessário para se obter o benefício! Ou seja, qualquer esforço é válido!
Compartilhe nas redes sociais:

09-08-2018

A dosagem rotineira de testosterona em mulheres não é recomendada tendo em vista a falta de correlação entre os sintomas, tais como redução da libido, falta de energia, cansaço, com os níveis hormonais. Além disso, os níveis de testosterona variam de acordo com o ciclo menstrual, estado reprodutivo e horário da coleta. A dosagem deve ser feita apenas em condições onde o excesso de andrógenos (hormônios masculinos) são suspeitadas!
Compartilhe nas redes sociais:
Pagina 4 de 12

  R. Dona Laura, 333/ 906, Moinhos de Vento - Porto Alegre/ RS  |     (51) 3517-2003  |     (51) 99600-2233  |    contato@endocrinologistamilene.med.br

© 2020 Dra. Milene Moehlecke. Desenvolvido por Informatiza Soluções Empresariais em parceria com a Agência Digital Public