(51) 3517-2003  |    (51) 99600-2233   |      contato@endocrinologistamilene.med.br   |   

Artigos

Sexta, 03 Abril 2020 10:43

COVID-19 e Obesidade Destaque

Avalie este item
(2 votos)

A pandemia atual pelo coronavírus (COVID-19) tem desafiado os sistemas de saúde do mundo todo. Embora a maioria dos casos tenha evolução leve, cerca de 15% dos pacientes apresentam evolução grave, sendo que 5% destes necessitarão de cuidados intensivos. 

 

A partir de dados oriundos do Reino Unido, Estados Unidos e Espanha, tem-se observado que pacientes com excesso de peso apresentam maior risco de evolução para as formas graves da doença. A relação entre as duas doenças (infecção pela COVID-19 e obesidade) passou inicialmente despercebida no início da epidemia, provavelmente por ser a obesidade muito menos prevalente na China que em países como o Reino Unido e os Estados Unidos.

 

Pacientes com obesidade apresentam com maior frequência outras doenças metabólicas associadas ao excesso de peso, como diabetes tipo 2, hipertensão arterial e doença cardiovascular, todas mais frequentes entre pacientes com a forma mais grave de COVID-19. Além disso, a obesidade é fator de risco para infecções em geral e para evolução mais grave da infecção tendo em vista que estes pacientes apresentam uma capacidade ventilatória reduzida e maior dificuldade de tratamento das complicações respiratórias em unidades de tratamento intensivo.

 

Estes dados aumentam a preocupação quanto à pandemia em um país em que mais da metade da população está acima do peso, como no Brasil. Conforme dados nacionais do VIGITEL 2018, 56% da população apresenta sobrepeso (IMC maior ou igual a 25 kg/m²), enquanto 20% apresenta obesidade (IMC maior ou igual a 30 kg/m²).

 

Pacientes com obesidade mórbida, ou seja, com índice de massa corporal (IMC) maior ou igual a 40 kg/m², estão entre aqueles em maior risco, conforme declarado pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC), Centro de Controle de Doenças americano.

Por isso, se você está acima do peso, redobre os cuidados de higiene e mantenha o isolamento social para reduzir as chances de contrair a infecção pelo COVID-19.

 

Referências

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/need-extra-precautions/groups-at-higher-risk.html

https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/julho/25/vigitel-brasil-2018.pdf

https://www.bmj.com/content/bmj/368/bmj.m1198.full.pdf

Compartilhe nas redes sociais:
Lido 1086 vezes Última modificação em Sábado, 06 Junho 2020 18:45

  R. Dona Laura, 333/ 906, Moinhos de Vento - Porto Alegre/ RS  |     (51) 3517-2003  |     (51) 99600-2233  |    contato@endocrinologistamilene.med.br

© 2020 Dra. Milene Moehlecke. Desenvolvido por Informatiza Soluções Empresariais em parceria com a Agência Digital Public